Novos apartamentos têm serviço de hotel

By on novembro 6, 2018
17233927092018_WhatsApp_Image_2018_09_27_at_14.00.31

Com as pessoas buscando cada vez mais comodidade e otimização de tempo, residências de alto padrão em Goiânia começam agregar serviços típicos da hotelaria como o trabalho do concierge. O Horizonte Flamboyant e o QS Marista já se organizam para oferecer, de fato, tal serviço a seus moradores

Os condomínios de luxo em Goiânia chegam a um novo patamar de qualidade, além dos diferenciais de acabamento, localização nobre, lazer, tecnologia e segurança, os residenciais de alto padrão da capital começam a agregar serviços de hotelaria e governança, como o trabalho de concierge. Muito comum em hotéis e resorts, habitualmente, essa função é responsável por atender às necessidades básicas e especiais dos hóspedes.

A presença da função de concierge em condomínios residenciais de luxo já é tendência em grandes centros como São Paulo e Rio de Janeiro. O termo tem origem na língua francesa e para o português a sua tradução literal é porteiro. Porém, suas atribuições vão muito além do controle de quem entra e saí de um edifício. Em Goiânia, o Horizonte Flamboyant será o primeiro residencial a oferecer, de fato, tal serviço a seus moradores. O empreendimento de alto padrão da Emoções Incorporadora, GPL Incorporadora, GMP Incorporação e TG Core, é um dos novos projetos na capital que já trazem essa proposta de aliar moradia e serviços.

De acordo com Jaime Sirena, diretor da Emoções Incorporadora – empresa que irá implantar o serviço de concierge no Horizonte Flamboyant – essencialmente, o concierge é um profissional que atua com uma função de governança do condomínio, porém focada em solucionar questões do dia a dia dos moradores.

“As atividades pré-agendadas com o concierge serão cumpridas no prazo determinado sem que haja preocupações extras, já que fica a cargo dele a cobrança e a supervisão dos serviços contratados pelo condômino”, explica Sirena, ao acrescer que o profissional é uma espécie de secretário de luxo, que faz os agendamentos, verifica o serviço prestado, faz o recebimento e presta contas ao morador. “É uma grande comodidade para o morador que tem a vida agitada, pois ele não precisa esperar para retirar um tapetes que precisa ir para a lavanderia ou para o petshop buscar o cãozinho para o banho, por exemplo. O concierge faz isso”, exemplifica.

Sirena destaca ainda que outro serviço da hotelaria – que se tornou tendência em condomínios de luxo como o Horizonte Flamboyant – é o serviço de pay per use . A expressão que vem do inglês e significa “pague pelo uso” traz mais comodidades ao morador, como por exemplo, na contratação de pequenos serviços como limpeza e arrumação doméstica, recreação infantil, cuidados com animais e personal trainer.

Escola de futebol, aulas de natação, recreação infantil, lavanderia, buffet, organização de eventos, pacotes personalizados de limpeza (pós-obra, faxinas avulsas), estética e beleza (esmalteria, cabeleireiro, depilação, estética facial e outros), terapias corporais e massagens (drenagem linfática, yoga, relaxante e outras), higienização de estofados, cortinas e cadeiras são alguns serviços que serão ofertado pelo Horizonte Flamboyant no sistema pay per use .

Jaime Sirena explica que essa tendência de agregar serviços aos condomínios residenciais está diretamente relacionada ao desejo cada vez maior das pessoas em se morar bem, e que hoje em dia se traduz na oferta de comodidades, que facilitem tarefas do dia a dia, revertendo esse tempo que seria gasto com rotinas, para ser investido em qualidade de vida e das relações.

Hotel e moradia

Essa tendência de aliar serviços de hotelaria a moradia já é realidade em alguns empreendimentos já entregues em Goiânia. No QS Marista, empreendimento que contempla uma torre residencial e outra comercial que será ocupada pelo hotel Radisson, os moradores já podem optar por ter os serviços do hotel por meio do pay per use.

De acordo com Rogério Queiroz, diretor da Queiroz Silveira Incorporadora – empresa responsável pelo empreendimento – a partir de 1º de março de 2019, quando o Radisson deve iniciar suas atividades, os moradores do edifício residencial poderão optar por ter acesso aos mesmos serviços do hotel em sua residência. Entre os itens que irão ser oferecidos estão lavanderia, limpeza, restaurante 24 horas, eletricista, encanador e outros.

Queiroz destaca que a grande vantagem desses serviços é a praticidade. “O morador vai chamar na portaria e o prestador de serviço vai até o apartamento. Esses serviços, além da qualidade Radisson – que é um grande diferencial – trarão ao morador comodidade, tranquilidade e segurança, já que não é preciso sair de casa”, finaliza.

Sobre o QS Marista

O QS Marista possui 160 unidades de hospedagem, incluindo uma suíte presidencial com 115 metros quadrados. A área de lazer completa do empreendimento ficará na cobertura com sala de massagem, bar piscina, sauna e sala fitness. A piscina com borda infinita será uma atração à parte com vista privilegiada de Goiânia. Itens como sala de convenções e sala de reunião, integram a lista de ambientes para eventos corporativos. O hotel terá a chancela da Radisson, primeira bandeira da categoria luxo internacional de propriedade da americana Carlson Hotels & Resorts.

Em sua torre residencial, o QS Marista tem 100 apartamentos com uma ou duas suítes, cujos moradores poderão usufruir de serviços pay per use como manutenção, limpeza, refeição e lavanderia. A torre tem 25 pavimentos com 100 apartamentos de uma ou duas suítes, de 48 e 66 metros quadrados. Assim como no hotel, o residencial terá área de lazer na cobertura com piscina, SPA, espaço para festa.

Sobre o Horizonte Flamboyant

O Residencial Horizonte Flamboyant será construído num terreno de 3.794,60m², em torre única e com duas alas independentes. Os apartamentos serão de três e quatro suítes com metragem que variam de 177 a 204m² (com escaninho). O empreendimento também contará com quatro penthouses que variam de 444m² a 507m².

Além de uma área no mezanino, o residencial terá um segundo espaço para lazer e convivência no 33º andar, é o Sky Club, que oferecerá vista panorâmica da cidade. Itens de sustentabilidade são outro destaque do empreendimento, como o uso de iluminação 100% LED na área comum, captação de energia solar, irrigação automatizada com sensor de umidade, sistema de reutilização de água residuais para limpeza da área comum e jardinagem, ponto de coleta seletiva de óleo de cozinha, pilhas e baterias. Além de bicicletário compartilhado e privativo. O projeto prevê ainda ainda, em ao menos uma garagem de cada apartamento, haja um ponto de recarga para carros elétricos.

You must be logged in to post a comment Login