Varejo contrata temporários

By on novembro 26, 2018
VendasExternas-Como-contratar-bons-vendedores-1080x675

Neste final de ano, supermercado Bretas oferece 500 vagas nas lojas de Goiás e Minas Gerais

O final de ano é uma ótima oportunidade para conquistar vagas temporárias e, em muitos casos, ser efetivado em vários setores do varejo. Os supermercados são grandes espaços para essas contratações, já que o segmento emprega cerca de 1,8 milhão de pessoas, de acordo com o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic), sendo que em 2017 foi reconhecido como atividade essencial da economia.

Para este ano, a projeção é de crescimento nominal de 10,27% nas vendas de supermercados brasileiros, de acordo com a Pesquisa Natal 2018 da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). A mesma pesquisa apurou as expectativas de contratação das empresas do setor. Dos supermercadistas entrevistados, 33% irão contratar mão de obra temporária, ante 23% em 2017. A perspectiva é de que o setor gere de 11 a 14 mil vagas temporárias no final do ano, incluindo as intermitentes. Dentre as funções mais informadas pelos entrevistados que irão contratar temporários estão: operador de caixa (26,47%), repositor (24,51%), empacotador (21,57%) e entregador (10,78%).

Considerando as estatísticas, apenas no Bretas devem ser empregados 150 profissionais em Goiás, sendo 500 em toda a rede, com lojas também em Minas Gerais. Número significativo diante do cenário pouco animador dos últimos meses para vários setores da economia.

O gerente de recursos humanos da rede, Wanderson Ferreira, ressalta que as contratações são necessárias graças ao considerável aumento de fluxo, impulsionado pelas festas de final de ano. “Precisamos aumentar nossa equipe para garantir que o atendimento de qualidade se mantenha. O número elevado de clientes nesta época, que buscam não só alimentos, como enfeites e presentes, é bem-vindo. Nos organizamos com antecedência para que o funcionamento das lojas continue seguindo os padrões de qualidade do grupo”, destaca.

Carreira

A oportunidade é interessante não só para atender a demanda da época natalina, mas pode se tornar uma porta de entrada para uma carreira mais duradoura, já que muitos temporários acabam sendo efetivados. “O varejo apresenta um fluxo de contratações muito alto. As atividades temporárias são uma oportunidade de aproximar profissional e empresa. Quando surgem novas vagas, elas são oferecidas àqueles que já estão atuando na companhia, já que estão mais familiarizados com a rotina e padrões do supermercado”, afirma Wanderson.

Pabla Marinho Alves Marques, hoje operada de caixa do Bretas, encontrou no supermercado a oportunidade para entrar no mercado de trabalho. Aos 23 anos e sem nenhuma experiência, se candidatou a uma vaga temporária em dezembro de 2017 e se dedicou ao máximo na função. Antes de ocupar seu posto, recebeu treinamento para a função e pode desempenhar seu serviço durante o período de maior movimento. “Eu estava procurando emprego há meses. Quando surgiu a oportunidade, me candidatei e fui selecionada”, relembra.

Após o período natalino, devido ao bom desempenho na função, assim que surgiu uma vaga, Pabla foi convidada pela rede a retornar, sendo efetivada na função em que atuou temporariamente. “O período de final de ano para mim foi ótimo. Tinha muito movimento, então aprendi bastante”, afirma.

Compras natalinas

Pesquisa realizada em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que projeções para o período permanecem no mesmo patamar do último ano e indicam uma injeção de aproximadamente R$ 53,5 bilhões na economia. Além disso, espera-se que mais de 110,1 milhões de consumidores presenteiem alguém no Natal de 2018. Em termos percentuais, 72% dos brasileiros planejam comprar presentes para terceiros no Natal deste ano.

Em média, os consumidores ouvidos na pesquisa devem comprar entre quatro e cinco presentes. O valor médio com cada item será de R$ 115,90. Quase um terço (27%) dos entrevistados que compraram presentes em 2017 irá gastar um valor superior este ano — alta de oito pontos percentuais na comparação com o último Natal.

You must be logged in to post a comment Login